De olho no glúteo médio

Olá, pessoal!

O post de hoje é voltado principalmente para os corredores de plantão, uma tentativa de alerta e até mesmo correção. O que mais vejo são corredores fortalecendo os quadríceps (músculos das coxas) e gastrocnêmios (músculos das panturrilhas) para melhorar a performance e resistência da musculatura durante as corridas, mas acabam esquecendo do principal estabilizador da pelve, o glúteo médio.

O glúteo médio fica na superfície externa do ílio (parte lateral a pelve), e tem como ação abdução (“abrir” a perna) e rotação medial da perna (virar a pontinha do pé para dentro).

Glúteo médio 2

O músculo glúteo médio quando se caminha e corre, como já dito anteriormente, é o de estabilizar a pelve durante a fase de balanço (quando um pé é tirado do chão para avanço da perna). Quando o glúteo médio está fraco é como se o quadril “caísse” para um lado no momento em que a perna é retirada do apoio do chão. Essa fraqueza pode acarretar vários problemas biomecânicos nas estruturas articulares.

Na figura A, que está abaixo, a pelve está neutra e os músculos glúteos médios estão fortalecidos, agora olhe para a figura B e observe como fica a marcha de uma pessoa com fraqueza de glúteos médios. Agora imagine as articulações dos joelhos, quadril e coluna quando os músculos responsáveis pela estabilização durante a marcha não estão trabalhando adequadamente. Agora pense nisto reproduzido milhares de vezes durante os treinos de corrida…

Glúteo médio

Abaixo está um vídeo que publiquei no Instagram com dois exercícios para fortalecer os glúteos médios:

Ambos os exercícios são feitos de lado e o corpo fica apoiado no antebraço (cotovelo-punho) esquerdo e lateral do pé esquerdo.

No primeiro é feita uma prancha lateral, onde o corpo fica o tempo todo apoiado do antebraço e lateral do pé esquerdo, a ação se dá por abdução (abrir) da perna e do braço direito.

No segundo exercício o corpo fica inicialmente com sua lateral esquerda toda apoiada no chão, antebraço esquerdo apoiado, mão direita apoiada e perna direita com o joelho dobrado. A ação se dá por levantamento do quadril e retirada também do apoio do joelho esquerdo do chão, em seguida abdução da perna direita, que continua dobrada.

Anúncios

Marcado:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: