Arquivo da categoria: Culture

Diário de viagem: reveillon em Santos

O que conheci em 90 horas e 30 minutos

Com certeza você já deve ter ouvido falar na cidade de Santos, litoral do estado de São Paulo e sede da região metropolitana da baixada santista, além de ser o segundo maior espetáculo de final de ano do Brasil (perdendo apenas para a queima de fogos de Copacabana – RJ). Pois é, foi exatamente lá que meu namorado e eu resolvemos passar a virada 2014/2015 e a escolha foi ótima! 🙂

Pra falar a verdade, MESMO! Meu único look lá foi biquíni, com um calor que nunca senti igual até deixar o cabelo solto estava me incomodando, então hoje vou tentar contar um pouquinho dos poucos lugares que visitei (além da praia) e ajudar quem pretende fazer um passeio por lá, que devo dizer que vale muito à pena!

Logo que cheguei em Santos pela orla saindo da balsa (passamos pela balsa Guarujá – Santos) encontrei um quiosque com o nome “Zé do Coco” e foi onde tomei a melhor água de coco da minha vida! A todos os apaixonados por água de coco, quando forem à Santos não deixem de ir neste quiosque, dizem que lá tem a melhor cocada de Santos também!

Zé coco

A orla de Santos tem aproximadamente 7 km e foi andando por ali mesmo que vi muita coisa bacana, inclusive olhando para o outro lado da rua, que foi onde encontrei a igreja de Santo Antônio do Embaré, uma das mais lindas que já vi na vida.

lllllllDSC09293-003

 

lllllllDSC09291-001

 

Andando mais um pouco (ou mais um tanto! rs) existe um monumento que marca a divisa entre Santos e a cidade de São Vicente. SIM! As cidades são “grudadas” e depois São Vicente é “grudada” em Praia Grande. Fui ao monumento para fazer um passeio pela praia, mas quando cheguei ao local fiquei encantada com a vista que encontrei por lá, além de desenhos personalizados de grafites nas construções e o mais legal: uma pista de skate que leva o nome de Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como Chorão!

Placa com o nome da pista de skate:

lllllllDSC09314-019

 

Do outro lado da praça a cidade de São Vicente:

 

lllllllDSC09310-016

 

O look mais usado! rs

 

lllllllDSC09304-010

 

lllllllDSC09305-011

 

 

O monumento (foto antiga tirada da internet, esquecemos de tirar foto do monumento inteiro! rs):

Monumento

 

Agora sim, eu de costas e metade do monumento! rs

lllllllDSC09325-023

 

E a vista LINDA da orla de Santos:

 

santos

 

lllllllDSC09298-006

 

Pausa pra foto love <3!

lllllllDSC09323 - Cópia-022

 

E acreditam o que o calor era tanto, mas taaanto, que não consegui soltar os cabelos nem na hora de comemorar a virada. E por incrível que pareça consegui pegar uma corzinha, então vocês podem ver que o tom do meu pó de arroz está mais claro que meu tom de pele atual, pois ainda não tinha percebido que estava tão morena! (Pausa para muitos risos! hahahaha) Mas coloquei a foto para verem mais ou menos como era o meu vestido!

 

lllllllDSC09342-029

 

 

lllllllDSC09351-032

 

lllllllDSC09363-037

 

lllllllDSC09354-033

 

lllllllDSC09368-040

 

Foram 16 minutos de queimas de fogos e coloquei um vídeo no Instagram com alguns segundos desses minutos emocionantes!

Começou! 🙂

A post shared by Larissa Arnaut (@lariarnaut) on

Feliz ano novo, galera! Espero que seja um ano excelente para todos nós! Desejo muita paz e saúde a todos vocês! Que continuemos mais um ano juntinhos! 🙂

Mil beijos e até a próxima!

Anúncios

Horóscopo fashion: o estilo de cada signo

Para quem gosta sempre de dar aquela olhadinha no seu horóscopo já parou para pensar em como você e as pessoas de outros signos podem se vestir? Cada signo tem sua personalidade e estilo próprio de se vestir, muito do que se é é transmitido na forma de compor seus looks.

Confira o seu signo e veja se realmente combina (achei que eu o meu deu certo sim! rs):

Áries

Com a vida agitada que você leva, começando pela academia ou com uma corrida e emendando um compromisso no outro, bom mesmo é apostar em roupas básicas, fáceis de vestir e que não atrapalhem seu movimento. Arianos tem personalidade marcante e estilo próprio!

Touro

Tons pastel expressam sua doçura e realçam sua beleza natural. Com um forte senso estético, mas sem vontade de chamar a atenção, prefere o estilo clássico, com um toque pessoal nos acessórios que reforçam seus traços delicados e sua sensualidade. Cores neutras poderão compor o look certo para cada ocasião.

Gêmeos

Antenada e versátil, pode ousar numa combinação de peças originais e inventar um look difícil de ser enquadrado em algum estilo definido. Moda de rua, misturar uma peça clássica com outra super moderna para dar leveza, podem ser ótimas opções para expressar sua personalidade mutável e curiosa.

Câncer

O romatismo é sua marca registrada. Pode abusar de estampas florais, lenços, chales, brincos, anéis ou colares ou um pingente que dá sorte. Para se sentir bonita, o look tem que ser fiel ao seu estado emocional que varia com as mudanças da Lua. Se estiver alegre poderá vestir cores mais abertas.

Leão

Mesmo que se esforce para não aparecer demais, adotando um estilo minimalista, sua presença será marcante, e seu look segue essa tendência. Terá sempre um toque criativo que valoriza o corpo, sem deixar de ser elegante e adequado à situação. Prefere pouca estampa e não misturar informações.

Virgem

A timidez, muitas vezes, não permite ousadias no visual, mas marca um tipo de sensualidade sutil, bastante atraente. Você pode até experimentar várias roupas, mas escolhe sempre a mais discreta, a que “não tem erro”. Chama a atenção pela delicadeza e simplicidade. O importante é que se sinta protegida e à vontade com sua imagem.

Libra

A moda dita as regras, você está sempre por dentro das tendências para criar um look bonito e elegante. Bastante feminina e com um senso estético apurado, compõe facilmente as roupas com vários acessórios, valorizando seu charme e beleza plástica. Gosta de montar um modelo diferente para cada ocasião.

Escorpião

Sensual e misteriosa por natureza, você gosta de roupas sutilmente insinuantes, sem exageros, mas que revelam algum detalhe instigante. Tons escuros, como o preto ou o chumbo, reforçam sua imagem de poder.

Sagitário

Pulseiras, colares, anéis e brincos dão um ar de sofisticação às suas roupas preferidas: as confortáveis e esportivas. O melhor look é o que permite ir de bike para o trabalho, ou sair na hora do almoço para dar uma caminhada no parque e não se sentir restrição no seu movimento.

Capricórnio

Tradição e poder são traços marcantes da sua personalidade que podem se traduzir num estilo clássico e conservador. Mesmo numa situação mais relax, você estará sempre vestida de maneira impecável, no melhor estilo que o ambiente requer. Rígida por natureza, você se sente mais confortável em roupas bem estruturadas e sóbrias.

Aquário

Avessa a qualquer tipo de regra, pode oscilar entre um look totalmente original, com conceito inovador que surpreende, ou fazer a linha “à paisana” para passar despercebida no ambiente. De qualquer maneira, jeans e camiseta são suas peças preferidas e podem ser usadas com maestria.

Peixes

A mais sonhadora do zodíaco é também a que mais cria moda, combinando peças aparentemente incompatíveis, com resultados encantadores. Roupas amplas, tecidos leves, estampas delicadas e combinações poéticas fazem parte do seu estilo único.

Instagram Barbie Style

Sua criação foi feita no dia 9 de março de 1959 e desde então a Barbie não saiu mais das lojas de brinquedos. Sempre muito fashion e com uma “cara” de patricinha, se adaptando a cada década que passa a Barbie sempre foi e sempre será a queridinha de toda menina.

Para mostrar que está mesmo de olho na moda e que tem SIM o poder de sempre inovar agora a Barbie tem também um perfil fashion no Instagram. Vocês não sabem a minha tamanha felicidade quando descobri isso! rs Brincar de Barbie sempre foi minha brincadeira preferida, que eu me lembre, a minha vontade sempre era de não ir dormir só para não perder o foco da brincadeira! rs

Não podia perder a oportunidade de mostrar este perfil no instagram para vocês, já estou seguindo há algum tempo e indico para que sigam também e se deliciem e relembrem a boa época de estar com uma Barbie.

Amei, amei, amei! Sigam!!! @barbiestyle

barbie 1

 

barbie 2barbie 3

 

barbie 4

Três mil tipos de cervejas – por Kelly Diniz

Três mil tipos cervejas e uma mega decoração

10003297_4073281727300_1942240600_n

Você conseguiria experimentar mais de 3.000 tipos de cerveja? Pois não é que existe um pub que há todas essas opções… Só voltando muitas e muitas vezes para conseguir provar todas!

Esse lugar se chama Delirium e fica na cidade de Bruxelas, na Bélgica. A maior dificuldade foi decidir qual cerveja tomar. Eu e algumas amigas ficamos horas tentando decidir. Nem o Brasil ficou de fora desse estoque. A Nova Schin e a Skol marcam presença nesse cardápio, custando € 6,00 (cerca de 20 reais!!!!).

No vídeo abaixo você vê a nossa procura pelas cervejas brasileiras.

A decoração é outro diferencial desse pub. Para quem não conhece, pub são os bares da moda na Europa. Não tem um correspondente deles no Brasil. Aqui também chamamos de pub. Seria um bar com uma decoração mais rústica.

E o Delirium não fica nada atrás nesse quesito. O teto e as paredes são decorados com objetos que imitam tampas de garrafas gigantes, cada um com uma imagem de uma cerveja diferente. A mesa é um barril (igual ao do Chaves mesmo). E as mesas ficam tão próximas umas das outras que a sintonia entre os convidados é espontânea. Acho que foi um dos lugares que mais fiz amizade.

10000098_4073299047733_1152516211_n

10008428_4073288607472_763585174_n

Depois de horas escolhendo qual tomar, optamos por três: Floris Chocolat, Barbãr e Kwak. São essas da foto. A Floris Chocolat é de chocolate mesmo! Mas, ao contrário do que pensamos, não a achamos tão deliciosa assim. É uma cerveja muito doce e enjoativa. Mas as outras eram incríveis!!

Se tiver a oportunidade, dê um pulinho por lá! Pena que não temos um pub desses por aqui.

1927117_4073288527470_1046899018_n

Já conhece o blog Freedom? Acesse e leia várias dicas e ótimas histórias de viagens contadas pela jornalista Kelly Diniz:

http://kellymdiniz.blogspot.com.br

Curta também a Fan page do blog:

https://www.facebook.com/#!/freedomkellydiniz?fref=ts

Dicionário da moda

moda-fashion-dicionario-guia-650x350

A

Anabela – Salto com solado levemente alto na frente que vai crescendo em uma plataforma até à parte de trás. Dá segurança e conforto ao andar.

Ankle Boot – Bota com cano até o tornozelo (ankle, em inglês).

B

Barroco – Estilo cheio de ostentação, elaborado com tecidos adamascados, bordados, prints vistosos, texturas ricas. Está em alta no inverno 2013
Bodouir – Tendência de usar peças que parecem ou lembram uma lingerie.
Boho – É o resultado de uma mistura dos estilos hippie, étnico, folk e vintage. Suas peças principais são: vestidos e saias longas, modelagens mais largas e confortáveis e bota cowboy.

Boxer-Short – Short inspirado nos modelos usados pelos boxeadores, caracterizado pelas fendas laterais e cós com elástico.

Burgundy – A nova cor de vinho, mix de vermelho e púrpura.

C

Cache-coeur – Literalmente, a tradução do francês é “esconde coração”. Define o detalhe transpassado ou cruzado na frente, usado em vestidos e blusas.

Calça cargo – Calça masculina originalmente larga, com bolsos laterais.

Candy color – Tons pastel Remetem ao estilo romântico.

Capri – Calça ajustada ao corpo de comprimento logo abaixo do joelho. Sucesso dos anos 50, está sempre retornando à moda.
Chemisiê – Vestido com a mesma estrutura de uma camisa. Estampado ou liso, o modelo é atemporal e extremamente versátil. Funciona dia e noite.

Cigarrete – Calça de modelagem justa dos quadris aos tornozelos, comprimento levemente menor em relação à skinny. Fica linda com sapatilhas.
Clutch – Bolsa ou carteira de mão, geralmente feita de materiais resistentes.

Color Blocking – Tendência que mistura cores vivas e vibrantes em um mesmo look.

Cool – O mesmo que legal, descolado, maneiro, está na moda.

Coturnos – Na onda do militarismo, esse tipo de bota pesada está de volta neste inverno. As opções variam desde o modelo tradicional aos mais moderninhos, com tachas. Combinam com looks rock, grunge, mas também são usados para quebrar o romantismo de vestidos fluidos e florais.

Cropped – Do inglês, significa “cortado”. Usa-se para identificar peças com modelagem mais curta que o normal. Aplica-se a calças e tops.

D

Destroyed – A tradução literal, do inglês, é destruído. Identifica um estilo de roupa, geralmente jeans, com aspecto envelhecido e gasto.

Dress Code –  Literalmente, “código de vestir”. Refere-se às regras de

vestuário seguidas de acordo com a ocasião social ou o ambiente de trabalho.

Dockside – Sapato de couro, com sola de borracha e tiras laterais.

E

Espadrilha – Sapatos com salto tipo anabela de corda.
Escarpins – É o clássico sapato feminino fechado e de salto alto.

Étnico – Estilo com referências artísticas e culturais indígenas, indianas ou africanas.

F

Fast Fashion – Termo que se refere à “moda rápida”, geralmente produzida nas lojas de departamento com C&A, riachuelo, Renner.

Flat – Sapatos baixos e confortáveis, como as sapatilhas.

Folk – Estilo de inspiração folclórica de um determinado país ou região

G

Girlie – Estilo “menininha”, romântico e superfeminino. Caracteriza-se por estampas florais, cores doces como rosa claro e cintura marcada.

Geeks – Termo atual para designar as pessoas que são “nerds”. Inteligentes, ligados em  tecnologia, os geeks possuem vida social mais ativa e são mais antenados com a moda que os nerds.

Grunge – Movimento que nasceu nas ruas de Seattle, popularizado por Kurt Cobain, vocalista do Nirvana. O jeito de vestir da banda inspirou o look que volta mais clean e chic no inverno 2013. Clássicos do estilo são a camisa de flanela xadrez, a camiseta com estampas, o jeans detonado, tênis All Star.

H

Handmade – Feito a mão. Ou com aparência de ter sido feito a mão. O tricô com pontos grossos, tramas variadas, é uma das peças-desejo do inverno 2013.

High Tech – Vem do inglês, “high technology” ou “alta tecnologia” na traduação em português. É usado para identificar ambientes, roupas e aparelhos muito tecnológicos.

Hot pants – Short super curto e de cintura alta, resgatado dos anos 60

Hype – Algo muito moderno, da última moda

I


It – Pessoas que tem estilo e atitude e lançam moda pelo jeito de se vestirem; ou peças e acessórios muito desejados naquele momento. (Exemplo: it girl e it bag)
J

Jardineira – Macacão com alças e cavas bem baixas, para ser usado com uma camiseta ou top por baixo.

L


Ladylike – Estilo elegante, tipo “mulherzinha” que, com traços vintage, abusa de laços e detalhes românticos.
Liberty – É aquela tipo de estampa floral miudinha, bem delicada e romântica.

M

Matelassê – Tratamento acolchoado dado a tecidos e couros, feito com pespontos. Esses pespontos, costurados em forma de losangos, juntam o tecido, o enchimento e o forro, dando o aspecto fofo. É utilizado na moda (bolsas, roupas) e na decoração (colchas e edredons).

Meia pata – É a plataforma que fica na parte da frente de sapatos de salto alto. Misto de salto alto (na parte de trás) e de anabela (na parte da frente), é bastante confortável.

Minimalismo – Estilo clean, com cores claras e neutras e recortes mais retos e simples. Essa é uma tendência onde menos é mais.

Must have –  Tem que ter. É indispensável, fundamental.

N

Navy – Estilo inspirado nas roupas de marinheiros, onde predominam listras e as cores azul, branco e vermelho.

Nécessaire – Bolsa pequena que ajuda a na organização e no transporte de produtos de maquiagem ou de higiene pessoal em viagens. Evita bagunça na bolsa de mão.

Nude – Cor que se assemelha ao tom de pele. Surgiu nas passarelas há alguns anos atrás e continua fazendo sucesso entre as mulheres.

O

Open Boot – É a mesma coisa que ankle boot só que com recortes na frente e/ou atrás
Off-white – É um branco não branco, puxado para o pérola ou nude bem clarinho.
Ombré – O mesmo que degradê.
Oxford – Sapato masculino, fechado e de amarrar, que foi adaptado ao estilo feminino.

P

Parka – Casaco de corte solto, comprimento nos quadris, com lapela nos bolsos. Ficou famosa a partir da década de 60 como indumentária de inverno.

Peep Toe – Sapato que tem uma pequena abertura na frente e deixa uma parte dos dedos à mostra.

Peplum – Espécie de sainha posicionada ao redor dos quadris. Lançada por Christian Dior, nos anos 40, é  o babado do momento. Hit das coleções de inverno.

Perfecto – Muito mais que uma jaqueta de couro, cheia de zíperes e presilhas, é um clássico da moda. Marcou época, usada por Marlon Brando, no filme “O Selvagem”. É sucesso no inverno 2013 nos mais diversos materiais. Inclusive metalizados.

Pied de poule –Estampa clássica em xadrez miúdo que lembra “pé de galinha”, como a própria tradução do nome diz.

Plataforma – Salto parecido com o anabela. A diferença é que a plataforma ainda tem uma meia pata que dá continuidade ao salto grosso. Já as anabelas só possuem elevação na parte do calcanhar.

Preppy – Estilo que lembra as roupas estilo colegial, marcado pelos cardigãs, saias plissadas, tiaras e meias ¾..

Prêt – à – porter – São coleções e roupas produzidas em série e vendidas nas lojas “prontas para vestir”, ou seja, não são feitas sob encomenda ou sob medida.

Prints – O mesmo que estampas. Podem ser geométricas (super em alta), florais, listradas, manchadas.

R

Retrô –  É um termo usado para roupas antigas que voltam à moda.

Risca de giz –  Tecido clássico bastante conhecido na alfaiataria masculina e feminina, em terninhos e taillers.  Caracteriza-se pelas listras bem finas, às vezes quase imperceptíveis. Nunca sai de moda.

S

Saruel – Calça de modelagem diferente das tradicionais. Tem o gancho (ou cavalo) bastante baixo.

Skinny – Calça jeans justa que veste como uma legging.

Sleeppers –Também conhecido como loafers são um tipo de sapato confortável que fica entre o mocassino e a sapatilha. Originalmente  eram os “chinelos de quarto” usados pelos nobres no século XV. Tendência forte da estação.

Sneakers – Tênis modernos, geralmente de cano alto e supercoloridos.

Spencer – Blazer de comprimento mais curto, acima do quadril.

Spike –  Pinos de metal de formatos diferentes. Um detalhe “rebelde”, herança da era punk, muito em voga no inverno 2013.

Streeet Wear – A moda que se observa nas ruas e inspira as passarelas.

Surf Style – Estilo feito com peças esportivas, prints tropicais e paisagens de mar, estampas de flores e folhas do tipo havaí, bem ao gosto dos surfistas.

T

Tachas – Em metal, aparecem em roupas, sapatos e bolsas. Imprimem a pegada rock que invade a moda atual.

Tactel – Tecido feito com fibras sintéticas, muito utilizado no segmento esportivo. É macio, confortável, com cores brilhantes, e seca rapidamente.

Tie Dye – Técnica de estamparia feita através de amarrações, mergulhadas em banhos de corante. Os efeitos do tie-dye variam conforme o tipo de amarração. Muito popular na década de 70, por conta do movimento hippie, voltou à moda recentemente.
Tartan – Tipo de estampa xadrez, típica do estilo grunge.

Trench Coat – Casaco tipo capa, originalmente para enfrentar a chuva. Hoje, ganhou status fashion e é usado até mesmo como vestido.
Trendy – Pessoa que lança tendências de moda e está sempre por dentro do mundo fashion.

Tweed – Tecido feito de lã, com trama formada por diferentes fios. Foi eternizado nos modelos da estilista Coco Chanel.

V

Vibe – Abreviação de Vibration, em inglês. Vibração, agito, energia positiva.
Vintage ou retrô – Estilo ou peças com modelagens inspiradas em décadas passadas.

W

Wayfarer – Óculos lançado pela Ray-Ban na década de 50, o wayfarer é um dos modelos de óculos mais vendidos da história. Ficou bastante famoso também porque foi usado por Audrey Hepburn no filmeBonequinha de Luxo.
Wrap – Casacos, vestidos ou blusas com pontas laterais, com as quais é feita uma amarração (“wrap”, em inglês).

Wedge – Versão mais atual da anabela, ou seja, é um salto plataforma que aparece em botas, sandálias e sapatos. Pode ser em materiais diversos.

Carnaval em Praga – por Kelly Diniz

Nesse clima de carnaval, quando todos estão ansiosos pelo feriado. Uns com o intuito de descansar e outros doidos para aproveitar a folia. Vim mostrar a vocês como é o carnaval em outras culturas.

Símbolo da cultura brasileira, ele é comemorado de diferentes formas em várias partes do mundo. Em Praga, na República Tcheca, o festival boêmio chamado de Carnevale acontece na mesma época do ano que a nossa, entre o fim de fevereiro e início de março. O Carnaval de lá apresenta um desfile de ideias fantásticas, sabores refinados e criatividade deslumbrante. Lembra as épicas festas alegóricas que se costumavam organizar nas terras tchecas já na Idade Média. O evento tem lugar em cantos públicos, palácios, galerias e teatros e também em restaurantes e lojas.

Fui para Praga em 2012, uma semana antes do carnaval oficial e nos deparamos com essa farra na rua. Um momento inusitado de um eurotrip. Um bloco de carnaval atravessa do nada as ruas de Praga e pega três brasileiras desprevenidas.

Crystal Ball

O evento mais tradicional e luxuoso do carnaval de Praga é, sem dúvida, o Crystal Ball: um baile barroco de máscara inesquecível, uma homenagem à beleza, à arte e à tradição de centenas de anos da cidade! E, porque não, à moda da época da Idade Média. Os vestidos são lindos e elegantes. Ah… eu gostaria de ter vivido nessa época para vestir essas roupas incríveis e luxuosas. Acho que todas as mulheres se sentiam como rainhas e princesas.

Fantasias deslumbrantes, máscaras detalhadas, bailarinos, atores e acrobatas fazem deste baile uma noite exclusiva e elegante. Com lindas fantasias, de cores, de melodias encantadoras, iguarias deliciosas e de muita diversão. Este “baile de cristal” constitui uma representação da época quando os sonhos e a realidade formavam um conjunto mágico.

O baile acontece nas salas do luxuoso Palácio Clam-Gallas, na Rua Husova 20, na Cidade Velha.

1800960_4009818980771_1346646770_n

1903291_4009818740765_1765832842_n

1903452_4009819300779_88863369_n

1960322_4009818260753_1871354420_n

Já conhece o blog Freedom? Acesse e leia várias dicas e ótimas histórias de viagens contadas pela jornalista Kelly Diniz:

http://kellymdiniz.blogspot.com.br

Curta também a Fan page do blog:

https://www.facebook.com/#!/freedomkellydiniz?fref=ts

A moda dos lenços de cada país – por Kelly Diniz

Lenço também é cultura: a história do acessório em cada país

O lenço, além de ser moda, é cultura. Por meio dele, muitas culturas contam sua história ou passam algum recado. Há um tempo o lenço era usado somente em volta do pescoço como um acessório discreto, mas aos poucos ele foi ganhando as bolsas, substituiu o cinto e a pulseira e nas duas últimas temporadas ele se tornou acessório indispensável no cabelo, podendo ser usado como tiara, véu ou turbante. O importante é ter criatividade e usar e abusar desse acessório que incrementar qualquer visual.

O lenço deixa o visual mais descontraído, despojado e com um toque colorido. Os lenços na cabeça podem ser usados de várias formas e dá até pra disfarçar um “bad hair day”.

Nesse post, além de aprender 1.001 maneiras de usar o acessório, você irá conhecer a história e a cultura de vários países contada pelos lenços.

No Brasil

A história desta peça é antiga. Quando a família real portuguesa chegou ao Brasil, eles eram usados na cabeça pela futura rainha Carlota Joaquina. O motivo: uma infestação de piolhos que, inclusive, a obrigou a raspar os cabelos.

Em Portugal e na Espanha

Portuguesas e espanholas já marcavam seu visual usando lenços bordados na cabeça e caídos nos ombros, no século XVI. Na Portugal do século XVIII, as mulheres bordavam lenços para seus amados que podiam, ou não, usá-lo como sinal de compromisso. Depois, na década de 70, eles foram novamente usados como uma maneira de se comunicar, servindo como uma espécie de código que, de acordo com a cor escolhida e do bolso onde era usado, sinalizava quais eram os interesses daquela pessoa na hora de se relacionar.

Lenço espanhol

Na França

Os franceses optaram por modelos menorzinhos amarrados no pescoço, fazendo com que a über marca Hermès se consagrasse com seus lenços quadrados estampados feitos de seda.

Lenço de seda Hermes

No Marrocos

Todos sabem que é da tradição muçulmana que as mulheres não mostrem sua forma. Apesar de no Marrocos esse hábito não ser obrigatório, uma vez que o país não segue à risca todas as tradições muçulmanas, pois não é regido 100% pelas leis islâmicas, muitas mulheres optam pelo véu, inclusive algumas turistas. Recentemente, no inverno de 2008, o modelo keffiyeh – usado há séculos pelos homens do Oriente Médio na Jordânia, Palestina e Arábia Saudita – ganhou as passarelas e as ruas mundo afora enrolado no pescoço em formato triangular (de maneira que as pontas ficavam penduradas no colo) e foi tão usado que até cansou!

mulçumanas

keffiyeh

Na Índia

Sáris, pacheminas e duppattas. Com ou sem brilho, de seda ou pelo de cabra. São esses os lenços usados pelos indianos, tanto homens quanto mulheres. As Duppattas são lenços que servem para proteger a cabeça das indianas. Elas podem ser usadas como echarpes ou xales e na Índia servem para acompanhar as túnicas. Elas são ótimas para serem usadas com as nossas roupas, enrolada no pescoço com uma jaqueta ou por cima, como um xale. O importante é fazer uma combinação de cores interessante.

Pachemina é outro tipo de xale. O acessório recebe este nome porque é confeccionado com pelo de um tipo de cabra da Índia. Ela é levíssima e tem franjas. Na Índia, é muito usada para complementar o Sári, cobrindo os ombros das mulheres.
Para usar no dia-a-dia, os famosos sáris exigem um pouco mais de habilidade. Como os tecidos são muito longos, é preciso saber fazer as pregas. O segredo é comprar o tecido, que é maravilhoso, e transformá-lo em vestidos. Quatro amigas conseguem fazer a festa com um único pano.

Os homens indianos também usam e abusam das echarpes. Os de tecido xadrez são legais para os rapazes mais modernos.

sare

Duppatas

Os Ciganos

Diz a lenda que Maria Madalena, Maria Jacobina, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara, uma serva, foram atirados ao mar numa barca sem remos e sem provisões. Desesperadas, as três Marias começaram a orar e a chorar. Sara retirou seu diklô (lenço) da cabeça, chamou por Jesus Cristo e prometeu que se todos se salvassem, ela seria escrava de Jesus e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito. Milagrosamente, a barca sem rumo e à mercê de todos os perigos atravessou o oceano e aportou com todos salvos em Saintes-Maries-de-La-Mer, no sul da França. Sara cumpriu a promessa que fez no barco até o final dos seus dias, vivendo como devota de Jesus e sempre com seu diklô na cabeça. É por isso que, em sinal de respeito, as mulheres usam um lenço na cabeça quando vão a peregrinação até uma imagem de Santa Sara. No entanto, ele passou a ser símbolo da cultura cigana. E dependendo da forma como ele era usado, poderia designar até o estado civil das mulheres.

Lenço para casadas: As mulheres casadas usavam o lenço cobrindo os cabelos.

Lenço para as namoradeiras: As mulheres solteiras e namoradeiras usavam o lenço amarrado no meio da testa. Fica muito sensual, principalmente se você combinar a maquiagem. Tome apenas cuidado entre grupos muito tradicionais, pois pode ter conotação de prostituta.

ciganas

Judeus

Na tradição judaica, o lenço também pode mostrar o estado civil das mulheres. De acordo com a lei judia “Halacha”, uma mulher casada deve se manter coberta em público. Isso é feito para mostrar que a mulher é a esposa de outro homem e que os homens não devem se aproximar dela.

A modéstia é a razão principal para cobrir a cabeça. As mulheres devem se vestir de maneira modesta e isso envolve cobrir a beleza natural de seu cabelo. Uma mulher que ainda não seja casada pode revelar seu cabelo. As mulheres usam lenços chamados “tichels”. Os “tichels” vêm em uma variedade de estilos, que variam de simples cores sólidas, àqueles com padrões e desenhos ornamentados.

Na cabeça das Famosas

lenços famosas

Ashley Olsen optou em usar o acessório como turbante e ficou fofo!

Ashley Olsen

Kim Kardashian preferiu prender o lenço na cabeça bem no estilo Audrey Hepburn.

Kim Kardashian

Nicole Richie usa o acessório de forma mais despojada dando um toque de cor ao look.

Nicole Richie

Neste vídeo, você aprende a usar de diversas formas os lenços, tanto no inverno quanto no verão. Até em uma blusa você pode transformá-lo!

Espero que tenham gostado. E se souberem de outras formas de se usar os lenços e outras curiosidades sobre o acessório, comentem aqui embaixo.

Já conhece o blog Freedom? Acesse e leia várias dicas e ótimas histórias de viagens contadas pela jornalista Kelly Diniz:

http://kellymdiniz.blogspot.com.br

Curta também a Fan page do blog:

https://www.facebook.com/#!/freedomkellydiniz?fref=ts